Os desafios para combater a pirataria digital no Brasil em questão no século XXI

Com base na leitura dos seguintes textos motivadores e nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação, redija texto dissertativo-argumentativo em norma culta escrita da língua portuguesa sobre o tema "os desafios para combater a pirataria digital no Brasil em questão no século XXI, apresentando experiência ou proposta de ação social, que respeite os direitos humanos. Selecione, organize e relacione, de forma coerente e coesa, argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista.


Texto 1:

A PIRATARIA NO BRASIL É UM PROBLEMA CULTURAL?

O avanço tecnológico que dinamizou o mercado do audiovisual e “balconizou” suas operações, além do desejo do consumidor, despertou o interesse de uma classe de concorrência desleal, a dos piratas digitais. Cada vez mais destemidos, os piratas voltam suas ações à reprodução não autorizada de conteúdo para obter lucro, direta ou indiretamente, fazendo do produto pirata um substituto perfeito do original, inclusive no que diz respeito à qualidade.

Pelo lado do consumidor, a demanda de consumo por produtos piratas geralmente vem justificada por restrições de renda das famílias e pelo custo dos pacotes de assinatura, cada vez mais diversificados e numerosos. Mas é possível admitir esse argumento econômico-social e sobrepor as condições de acesso ao consumo à perspectiva jurídica (o Código Penal brasileiro classifica a atividade de reprodução total ou parcial sem autorização do autor como crime)? O baixo poder aquisitivo de grande parte da população dá margem para considerar a pirataria um problema cultural do brasileiro, que podendo levar vantagem no preço da contratação do serviço, opta pelo ilícito?

Disponível em: https://www.telesintese.com.br/a-pirataria-no-brasil-e-um-problema-cultural/


Texto 2:


Polícia implode esquema de pirataria digital em 10 estados


Segunda fase da Operação 404 cumpre mandados de busca e apreensão e bloqueia sites e aplicativos de streaming ilegais. Ação teve apoio das embaixadas dos EUA e do Reino Unido


Na manhã desta quinta-feira (5/11), foi deflagrada a segunda fase da Operação 404, que tem como objetivo combater a pirataria digital. Foram cumpridos mandados de busca e apreensão pela polícia civil de 10 estados, sob coordenação do Ministério da Justiça. A operação contou com o apoio das embaixadas dos Estados Unidos e do Reino Unido.


Outros resultados da operação foram o bloqueio ou suspensão de 252 sites e de 65 aplicativos de streaming que transmitem filmes, séries e programas de televisão de forma ilegal. Também foram derrubados 27 sites no Reino Unido e três nos Estados Unidos.

As polícias desmontaram o esquema que capturava o sinal utilizado para retransmissão ilegal de conteúdo para os assinantes do serviço. Além disso, havia publicidade em sites piratas, que, em grande parte, eram abrigados em servidores de outros países.

O ministro André Mendonça informou, em entrevista coletiva, que carros de luxo e armas foram apreendidos. Ele ressaltou que a modalidade criminosa praticava a lavagem de dinheiro.

"A linha de investigação seguida é relacionada a pessoas físicas e jurídicas que têm violado sistematicamente os direitos autorais fonográficos, cinematográficos e de outras fontes, e feito isso de forma profissionalizada, organizada, com objetivo de lucro. E, a partir da obtenção ilícita desses valores, buscando lavar os recursos obtidos", disse.

Disponível em: https://www.correiobraziliense.com.br/brasil/2020/11/4886915-policia-implode-esquema-de-pirataria-digital-em-10-estados.html



Texto 3:



150 visualizações0 comentário