Como lidar com o aumento do custo de vida no Brasil?

A partir da leitura dos textos motivadores e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua

formação, redija texto dissertativo-argumentativo em modalidade escrita formal da língua portuguesa sobre o

tema “Como lidar com o aumento do custo de vida no Brasil?”, apresentando proposta de intervenção que

respeite os direitos humanos. Selecione, organize e relacione, de forma coerente e coesa, argumentos e fatos

para defesa de seu ponto de vista.


TEXTO 1


O tema custo de vida é bastante comentado no Brasil, principalmente por conta da dificuldade que o brasileiro médio tem em conseguir arcar com todas as suas despesas e organizar suas finanças pessoais.

O custo de vida pode variar muito de um local para o outro, sendo necessário ter isso em mente no orçamento familiar, ou seja, é algo que sempre deve ser calculado, sendo necessário um planejamento financeiro para evitar imprevistos.

O custo de vida é a quantia necessária para sustentar certo nível de vida. Esse é um indicador muito usado para

comparar o custo para viver em uma cidade em relação a uma outra localidade.

Normalmente o custo de se viver em uma cidade está intimamente ligado a salários. Isso acontece porque os níveis salariais são medidos em relação às despesas necessárias para manter um padrão básico de vida.


Disponível em: https://www.suno.com.br/artigos/custo-vida/


TEXTO 2

Aumento do custo de vida tem maior impacto na população de baixa renda

Custo da cesta básica aumentou entre 16% e 33%em 17 capitais, reduzindo o poder de compra do salário mínimo a patamares de 2005. País já tem 14 milhões de famílias na extrema pobreza.


A taxa de inflação, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC/IBGE), indicador mais utilizado pelo movimento sindical nas negociações coletivas, divulgado nesta terça-feira, 9, encerrou os últimos 12 meses com elevação acumulada de 5,53%. Os preços que mais subiram e impactaram a inflação foram os dos alimentos e bebidas, que registraram um aumento acumulado de 16,17% em 12 meses. Os não alimentícios oscilaram 2,4%, influenciados pelo grupo habitação e artigos de residência, e pelos aumentos sucessivos nos combustíveis


Disponível em:https://www.extraclasse.org.br/economia/2021/02/aumento-do-custo-de-vida-tem-maior-impacto-napopulacao-de-baixa-renda/



TEXTO 3



97 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo