A regulamentação da inteligência artificial na proteção dos direitos humanos

A partir da leitura dos textos motivadores e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação, redija um texto dissertativo-argumentativo em modalidade escrita formal da língua portuguesa sobre o tema “A regulamentação da inteligência artificial na proteção dos direitos humanos, apresentando proposta de intervenção que respeite os direitos humanos. Selecione, organize e relacione, de forma coerente e coesa, argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista.


Texto 1


Inteligência artificial: direitos fundamentais não podem ser violados, alertam especialistas


Os sistemas de inteligência artificial (IA) não podem ultrapassar e violar os direitos dos cidadãos. Transparência, equidade e participação do Estado e da população são necessárias na definição do arcabouço legal sobre o tema. Essas são algumas das posições defendidas no seminário internacional pela comissão de juristas que vai elaborar proposta de regulamentação da IA no Brasil.

— É inegável a magnitude da importância que os recursos eletrônicos têm na vida humana. No Brasil, há hoje duas vezes mais dispositivos digitais do que pessoas. (...) Faz-se necessário um arcabouço robusto a dar suporte a esse incrível desenvolvimento tecnológico — apontou o senador.


Disponível em: https://www12.senado.leg.br/noticias/materias/2022/06/09/inteligencia-artificial-direitos-fundamentais-nao-podem-ser-violados-alertam-especialistas


Texto 2

Uso de inteligência artificial pode elevar desemprego no país, diz estudo


Responsável por reduzir burocracias, automatizar processos e aumentar a eficiência, a inteligência artificial (IA) pode aumentar o desemprego no país em quase 4 pontos porcentuais, nos próximos 15 anos. Os dados são de um estudo desenvolvido pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), em parceria com a Microsoft.

[...]

No mais severo dos cenários, os mais afetados serão os trabalhadores menos qualificados, que poderão ver o desemprego aumentar em 5,14 pontos porcentuais; já o número de vagas qualificadas pode subir com a adoção massiva de inteligência artificial, em até 1,56 ponto porcentual. "A inteligência artificial aumentará a desigualdade no país", diz Felipe Serigatti, professor de economia da FGV e responsável pelo estudo.


Disponível em: https://economia.uol.com.br/noticias/estadao-conteudo/2019/05/18/uso-de-inteligencia-artificial-elevara-desemprego-no-pais.htm


Texto 3



170 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo