A participação da juventude na política contemporânea

A partir da leitura dos textos motivadores e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação, redija texto dissertativo-argumentativo em modalidade escrita formal da língua portuguesa sobre o tema “A participação da juventude na política contemporânea”, apresentando proposta de intervenção que respeite os direitos humanos. Selecione, organize e relacione, de forma coerente e coesa, argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista.


Texto I

O jovem pode mudar a cara da política?


"A juventude está tão perdida que alguns dos meus amigos vão votar no candidato que acham menos pior", diz o estudante Lucas Araújo, de 18 anos, de Campina Grande (PB). "As pessoas estão perdendo as esperanças. Prometeram muitas coisas nos protestos, mas nada aconteceu", escreveu o estudante Gabriel Maggiori, 18 anos, de São Paulo. Essas são apenas algumas das opiniões de leitores jovens da BBC Brasil no Facebook sobre suas expectativas para as eleições presidenciais de outubro, o que poderia sugerir um cenário de descrédito das gerações mais novas com as instituições políticas do país. Mas o jovem realmente quer distância dos debates sobre o futuro político do Brasil? Consultas recentes da BBC Brasil a seus leitores também revelaram o perfil de um jovem que, se por um lado está decepcionado com a classe política, se mostra confiante no processo eleitoral e disposto a assumir um papel de protagonismo na busca por novos meios para mudar a sociedade brasileira. De olho na importância desta fatia do eleitorado - de acordo com dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), 16,1% dos 142,8 milhões de eleitores em 2014 têm entre 16 e 24 anos de idade - a BBC Brasil dedica uma semana de sua cobertura especial das eleições ao tema do jovem eleitor e a seus anseios e preocupações em relação ao futuro do país.

Disponível em: https://www.bbc.com/portuguese/noticias/2014/09/140908_salasocial_eleicoes_jovem_intro_tp


Texto II


A Semana do Jovem Eleitor é uma campanha criada pela Justiça Eleitoral especialmente para quem tem 16 e 17 anos, cujo voto é facultativo. A iniciativa visa estimular esses cidadãos a tirar o título eleitoral e a participar ativamente do processo democrático do país, por meio da escolha de representantes para ocupar a Presidência da República, o Senado Federal, a Câmara dos Deputados, os governos estaduais e as assembleias legislativas.


Disponível em: https://www.tse.jus.br/imprensa/noticias-tse/2022/Marco/semana-do-jovem-eleitorainda-da-tempo-de-tirar-o-titulo-para-votar-em-2022


Texto III

Jovens têm mais interesse em atuar na política, mostra pesquisa

Disponível em: https://www1.folha.uol.com.br/poder/2018/09/jovens-tem-mais-interesse-em-atuar-na-politica-mostra-pesquisa.shtml





89 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo