A necessidade de diversificar a matriz de transportes no Brasil contemporâneo

A partir da leitura dos textos motivadores e com base nos conhecimentos construídos ao longo de sua formação, redija texto dissertativo-argumentativo em modalidade escrita formal da língua portuguesa sobre o tema “A necessidade de diversificar a matriz de transportes no Brasil contemporâneo”, apresentando proposta de intervenção que respeite os direitos humanos. Selecione, organize e relacione, de forma coerente e coesa, argumentos e fatos para defesa de seu ponto de vista.


TEXTO 1


A matriz de transporte é a composição da infraestrutura disponível e utilizada, nas diversas modalidades, para movimentação de cargas no país. É um fator importante para que o governo federal direcione os investimentos públicos no desenvolvimento socioeconômico.


Modal: é o termo comum utilizado na logística para designar cada uma destas modalidades, abrangendo o rodoviário, ferroviário, aquaviário, aeroviário e dutoviário..


Disponível em: https://terranovalogistica.com.br/blog/voce-sabe-o-que-e-a-matriz-de-transportes-entenda-a-composicao-e-as-principais-modalidades-existentes-no-brasil/




TEXTO 2


A economia brasileira é altamente dependente do transporte rodoviário. Cerca de 65% do transporte de cargas do Brasil passa por rodovias, segundo o Relatório Executivo do Plano Nacional de Logística 2025


Outros levantamentos, como a Fundação Dom Cabral, mostram uma subordinação ainda maior ao modal, que pode chegar até a 75% da matriz de transportes. Apenas 9,4% das cargas passam pelo modal marítimo; 5,8% pelo aéreo; 5,4 % pelo ferroviário; 3% via cabotagem e apenas 0,7% no sistema hidroviário.

Essa alta dependência compromete a competitividade dos produtos brasileiros, em especial no mercado internacional, uma vez que os gastos com transporte podem representar até 7% do PIB nacional, conforme levantamento da Confederação Nacional dos Transportes (CNT).


Disponível em: https://summitmobilidade.estadao.com.br/guia-do-transporte-urbano/a-dependencia-do-transporte-rodoviario-no-brasil/




TEXTO 3



TEXTO 4


Greve dos caminhoneiros evidencia dependência do país nas rodovias


A opção pela rodovia foi considerada a mais barata e a mais simples para a integração do território nacional por Juscelino Kubitschek, em 1950. Agora, modernizar os modais viários ; rodoviário, ferroviário, aquaviário e aeroviário ; é um desafio que se impõe ao governo brasileiro. A greve dos caminhoneiros evidenciou a gravidade do problema: não há como o país depender de um único modelo de escoamento e transporte de cargas sob o risco de colapso.

Mais que representar ganhos em infraestrutura, o investimento em ferrovias, navegação de rios e cabotagem (navegação marítima costeira) é crucial para a dinâmica comercial interna e externa do país. Contudo, as aplicações nesses modelos ficam em segundo plano. Na última década, 65% dos investimentos do governo federal foram em rodovias. O modal recebeu R$ 80 bilhões dos R$ 123 bilhões aplicados.


Disponível em: https://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/economia/2018/06/03/internas_economia,685730/rodovias.shtml


94 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo